Fique sempre atualizado

Minuto de economia

Fique por dentro de tudo que acontece.

Retomada do julgamento da Eletrobrás deve concretizar privatização ainda em 2022… | MINUTO DE ECONOMIA

A expectativa é de que o TCU aprove hoje o modelo de capitalização.

Hoje em sessão que começa às 14:30 o Tribunal de Contas da União (TCU) deve dar continuidade ao julgamento do modelo de capitalização da Eletrobrás após o pedido de vistas do ministro Vital do Rêgo Filho que ocorreu em 20 de abril.

Apesar da expectativa de que o ministro proponha ao plenário que a análise do caso seja paralisada temporariamente, a expectativa é de que o TCU aprove hoje o modelo de capitalização. Uma das pendências apontadas pelo ministro Vital do Rêgo é relacionada a uma dívida de R$ 2,7 bilhões que a Eletronuclear tem com a Eletrobrás que não estaria contabilizada corretamente nos balanços da empresa.

Está será a primeira grande privatização do governo Jair Bolsonaro, ao se desfazer da maior parte da empresa por meio da venda de ações. A participação deve cair de cerca de 70% para 40%. A emissão de oferta de ações deve ser realizada entre o fim de junho e início de julho. É um prazo apertado, dado que a partir de agosto o calendário eleitoral deve travar movimentos mais significativos. Após o aval do TCU, os editais para negociação de ações podem ser publicados pelo governo.

O edital também passa pela assembleia de acionistas da Eletrobrás e da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). O valor projetado é de R$ 20 bilhões e o governo planeja arrecadar R$ 80 bilhões com fatias adicionais.

Compartilhe essa publicação!

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Talvez essas publicações também te interessem!