Fique sempre atualizado

Minuto de economia

Fique por dentro de tudo que acontece.

MINUTO DE ECONOMIA

Indústria fraca afeta os serviços de transporte e interrompe recuperação do setor em setembro…  

  • O volume de serviços caiu 1,2% em outubro, a queda foi maior do que a projeção da GO Associados (-0,2%) e do mercado (+0,1%).  
  • Esta foi a segunda queda consecutiva após cinco meses de alta. Apesar destes resultados negativos, o setor de serviços continua 2,1% acima do nível pré-pandemia.
  • O segmento de serviços prestados às famílias foi o único que cresceu. Entretanto, este é o setor com a recuperação mais atrasada, ainda estando cerca de 12% abaixo do nível pré-pandemia.   
  • A divulgação dos dados da PMS forma o cenário do primeiro mês do quarto trimestre das principais pesquisas setoriais divulgadas pelo IBGE e as perspectivas não são animadoras: todas as pesquisas do IBGE indicam retração no mês de outubro seja na indústria (-0,6%), varejo e varejo ampliado (-0,1% e -0,9% respectivamente) e serviços (-1,2%) 
  • A projeção da GO Associados para a prévia do PIB, a ser divulgada na terça, é de uma queda de 0,26%.   
  • A economia brasileira está em recessão técnica com duas quedas seguidas do PIB trimestral do 2º e 3º trimestre de 2021, de -0,4% e -0,1% e os dados de outubro indicam que o momento ruim deve continuar no 4º trimestre. 
  • A GO Associados planeja uma pequena recuperação em novembro e dezembro que faria o PIB crescer 0,2%, fechando o ano com crescimento de 4,8%. 

Copom avalia que controlar a inflação será um desafio mundial…  

  •  O Banco Central publicou na manhã desta terça-feira a ata da última reunião de política monetária do Copom   
  • A ata confirmou a perspectiva de alta de 1,5 p.p.  fazendo o juros fechar 2021 em 9,25%, a.a., a primeira reunião de 2022 deverá resultar em mais aumento de 1,5 p.p.. Tal reajuste faria a taxa de juros voltar aos dois dígitos pela primeira vez desde julho de 2017. 
  • A questão que permanece é quando o processo de alta nos juros terminará e qual será o nível da taxa de juros ao fim deste ciclo. A GO Associados acredita que a Selic continuará a aumentar até março de 2022, quando chegaria a 11,5%.  
  • O Copom avaliou que os dados da economia em 2022 devem melhorar com a ajuda do agronegócio e a retomada do mercado de tralho, entretanto, há um ponto de atenção nas maiores economias do mundo que apresentam um ritmo acelerado de inflação.  
  • O cenário externo atual ainda é de taxas de juros muito baixas, mas dada a inflação em países como EUA, esta tendência deve ser revertida em breve. 

Compartilhe essa publicação!

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Talvez essas publicações também te interessem!