Fique sempre atualizado

Minuto de economia

Fique por dentro de tudo que acontece.

MINUTO DE ECONOMIA

Recessão técnica e menor expectativa de expansão para 2022… 

  • A GO Associados revisou de 4,9% para 4,8% a projeção de crescimento do PIB em 2021 com base nos novos resultados. 
  • A confirmação do resultado ruim do 3º trimestre e a redução no resultado do 2º reduzem o carrego estatístico para 2021 que deve ser algo próximo de 0%. Com um carregamento estatístico menor a GO Associados revisou sua projeção de crescimento para 2022, de 1,7% para 1,1%. 
  • Com o resultado, a economia volta a ficar ligeiramente abaixo do patamar pré-pandemia. Mas cerca de 3% abaixo do maior valor da série iniciada em 1995, que ocorreu no primeiro trimestre de 2014. 
  • A queda do PIB no 3º trimestre de 2021 de -0,1% em relação ao 2º trimestre de 2021 veio pior do que a projeção da GO Associados, 0,0% e do mercado, alta 0,1%. 
  • O resultado foi puxado pelo desempenho do agronegócio, que apresentou forte queda (-8%) pelo 2º trimestre consecutivo (2,9% no 2º tri).  
  • Esta queda acumulada no ano de 11,6% no PIB agropecuário tem como principal fator as geadas que afetaram principalmente a safrinha de milho e a escassez hídrica.  
  • A indústria ficou estagnada (0,0%). Este resultado pode ser explicado pela falta e pelo aumento do custo de matéria-prima que tem afetado o setor.  
  • O setor de serviços (1,1%) apresentou resultado positivo no terceiro trimestre. Entretanto, o setor que ainda está em processo de recuperação. Diante da incerteza com a variante Ômicron, o segmento pode ter outro revés ainda no 4º trimestre.   
  • O desemprenho ruim do 3º trimestre colocou a economia brasileira em recessão técnica, quando o PIB recua por dois trimestres seguidos. O IBGE também revisou a queda no 2º trimestre de 2021 de -0,1% para -0,4%. 
  • A taxa de investimento foi de 19,4% do PIB, acima do trimestre anterior (18,2%). A taxa de poupança foi de 18,6%, menor que no trimestre anterior, 20,6%. 
  • O avanço da vacinação traz a expectativa de melhora para o setor de comércio, e principalmente, serviços. Entretanto, outros problemas novos e antigos prejudicam uma retomada mais rápida da economia.  
  • Há cinco fatores de atenção: 
  1. O setor agropecuário, que foi pouco afetado pela pandemia, agora sofre com os problemas climáticos, como a crise hídrica e as geadas que prejudicaram as principais culturas.  
  1. A situação de escassez de chuvas obriga a utilização da bandeira vermelha nível II.   
  1.  Diferente de 2020, em 2021 a pressão da inflação é um sinal de alerta, retirando a margem de política monetária expansionista promovida em 2020. O boletim Focus indica que o mercado projeta a inflação de quase o dobro do teto da meta (10,15%).   
  1. A situação fiscal preocupa com um rombo previsto de R$ 247 bilhões em 2021 e sem cenários de reformas estruturais. 
  1. A nova variante do novo coronavírus, variante Ômicron, preocupa já que pode ser que as vacinas não sejam tão eficazes contra ela.  

Compartilhe essa publicação!

Talvez essas publicações também te interessem!