Fique sempre atualizado

Minuto de economia

Fique por dentro de tudo que acontece.

MINUTO DE ECONOMIA

Inflação afeta os serviços de transporte e interrompe recuperação do setor em setembro. 3º trimestre pode confirmar nova recessão técnica… 

  • O volume de serviços recuou 0,6% em setembro comparado a agosto, bem abaixo das expectativas do mercado (+0,5%) e da GO Associados (+0,2%). Interrompeu uma sequência de altas que vinha desde a queda de março (-3,4%), causada pelo aperto das restrições sanitárias naquele mês.  
  • Dois fatores principais contribuíram para a queda: 
  1. O segmento de serviços prestados às famílias cresceu apenas 1,3%. A recuperação deste setor, que ainda está mais de 16% abaixo do pré-pandemia estava sustentando os resultados positivos dos últimos meses. 
  1. Houve forte queda (-1,9%) no setor de transportes. A inflação, que tem como destaque os combustíveis, e as sucessivas quedas de produção na indústria afetaram o transporte terrestre (-1%). Além disso, houve uma queda inesperada em transporte aéreo (-9%). 
  • A divulgação dos dados da PMS forma o cenário de setembro e do 3º trimestre das principais pesquisas setoriais divulgadas pelo IBGE e as perspectivas não são animadoras: no mês de setembro todos os indicadores setoriais indicam queda. A projeção da GO Associados para a prévia do PIB, a ser divulgada na terça, é de uma queda de 0,86%.  
  • O desempenho como um todo do 3º trimestre levanta questões também sobre uma possível recessão técnica. O PIB caiu 0,1% e tanto a indústria quanto o varejo apresentaram fortes quedas no 3º tri: uma nova queda levaria o país a um cenário de recessão técnica. 

Desempenho ruim no 3º tri pode levar país a entrar em recessão técnica 

O que vai mexer com as expectativas na próxima semana…      

No cenário doméstico:   

  1. O principal assunto da próxima semana será a discussão sobre o Projeto de Lei que prorroga a desoneração na folha de pagamento para 17 setores da economia. A expectativa é de que o PL seja votado na CCJ da Câmara e vá direto ao Senado dado que tramita em caráter conclusivo.  
  1. A PEC dos precatórios deve começar a ser analisada no Senado. O relator será o líder do governo Fernando Bezerra (MDB-PE). A expectativa é de que a PEC seja aprovada no Senado até o fim do mês. 
  1. O pagamento do Auxílio Brasil terá início na próxima quarta, 17. Caso a PEC dos Precatórios seja aprovada o calendário com valor de R$ 400 será cumprido a partir de dezembro. 
  1. O indicador de destaque a ser divulgado é o IBC-BR de setembro, a ser divulgado na terça, 16. Após quedas na indústria, varejo e serviços a GO Associados estima uma queda de 0,86% na prévia do PIB. 
  1. Por fim, na sexta dia 19 ocorrerá o leilão de arrendamento portuário envolvendo seis terminais que juntos somam cerca de R$ 1,2 bilhão em previsão de investimentos. O destaque fica para os dois terminais do Porto de Santos, STS08 e STS08A, com previsão de investimento de R$ 265,5 bi e R$ 791,8 bi respectivamente. 

No cenário externo: 

  1. O principal destaque no cenário internacional será a repercussão dos resultados da COP 26 que deveria terminar hoje, mas provavelmente vai se estender no final de semana,  
  1. Chamam atenção os dados de atividade da China para o mês de outubro, a serem divulgados na noite de domingo. A desaceleração da economia chinesa é um dos grandes pontos de atenção da economia mundial. 
  1. Na manhã de terça será a vez dos dados de atividade de outubro dos EUA. Assim como no caso da China, os dados dos EUA vieram abaixo do esperado em agosto.  

Compartilhe essa publicação!

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Talvez essas publicações também te interessem!

Últimos Posts

Siga nossas Redes Sociais