Fique sempre atualizado

Minuto de economia

Fique por dentro de tudo que acontece.

MINUTO DE ECONOMIA

O que vai mexer com as expectativas na próxima semana…     

No cenário doméstico:    

  1. A próxima semana terá o meio ambiente como o principal tema. Tanto a reunião do G20, que ocorre amanhã e domingo, quanto a COP-26, que começa em Glasgow terão as mudanças climáticas e ações para combatê-la como o principal tema.  
  1. Além da discussão internacional, o tema fiscal deve continuar a ser destaque no Brasil com a expectativa de votação da PEC dos Precatórios na quarta, dia 3.  
  1.  A perspectiva de aprovação causou piora significativa nas projeções do mercado o que levou o Copom a aumentar a taxa básica de juros em 1,5 p.p. na última quarta. A ata da última reunião será publicada na quarta, 3, às 7 horas. 
  1.  Outro evento com impacto negativo no mercado foi o discurso de Bolsonaro ontem indicando que está estudando mudanças na política de preços da Petrobrás. Há ameaça de greve dos caminhoneiros para a próxima segunda pelos altos preços dos combustíveis. 
  1.  O leilão do 5G na quinta, dia 4, chamará grande atenção. Será o maior leilão já realizado pela Anatel, podendo movimentar R$ 49,7 bilhões. Deste total, R$ 10,6 bilhões são outorgas pelas faixas e R$ 39,1 bilhões, compromissos de investimentos na implementação das redes.  
  1.  Além do 5G na sexta haverá leilões de arrendamento portuário com três terminais em disputa nos portos de Maceió (AL), Mucuripe (CE) e Areia Branca (RN). 
  1.  O primeiro dado de atividade de setembro será divulgado na quinta, com a publicação da Produção Industrial. A indústria deve apresentar a quarta queda consecutiva. A projeção da GO Associados é de recuo de 1,1%. 
  1. A temporada de balanços terá uma semana mais curta, com o feriado na terça. Entretanto. balanços importantes serão divulgados como os do Bradesco, Magazine Luiza e Itaú. 

No cenário internacional:    

  1.  Além da COP-26, que também é o principal evento no cenário internacional, o FOMC deverá se reunir na próxima quarta, 3. A expectativa é de que o Banco Central dos EUA confirme a expectativa de que diminuição no ritmo de compra de títulos públicos tenha início em dezembro. 
  1. Na sexta serão divulgados os números de empregos dos EUA para o mês de outubro. A expectativa é de que o ritmo de queda da taxa de desemprego diminua. O desemprego nos EUA, que chegou a 14,4% no auge da pandemia, está em 4,8%. 
  1.  Com o início do mês a divulgação dos Índices de Compras dos Gerentes (PMIs) de outubro será de particular importância dada a desaceleração da economia mundial observada no 3º trimestre com o aumento no preço da energia e a quebra nas cadeias globais de suprimento como pano de fundo. 

Compartilhe essa publicação!

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Talvez essas publicações também te interessem!