Fique sempre atualizado

Minuto de economia

Fique por dentro de tudo que acontece.

MINUTO DE ECONOMIA

Bandeira de emergência hídrica na conta de luz faz IPCA chegar a dois dígitos… 

  • O IPCA de setembro foi de 1,16%, um pouco acima da expectativa da GO Associados (1,13%), mas abaixo da expectativa de mercado (1,25%). 
  • O índice oficial de inflação no acumulado em 12 meses passou de 9,68% para 10,25%, superando os dois dígitos pela primeira vez desde fevereiro de 2016. O resultado de setembro foi o maior para o mês desde 1994. 
  • O resultado era esperado principalmente pelo impacto da bandeira de escassez hídrica. O item energia elétrica apresentou alta de 6,47%. Além da mudança de bandeira, houve reajustes tarifários em Belém, Vitória e São Luís.
  • Outro destaque no grupo habitação foi a taxa de água e esgoto, que subiu 0,37%. Ocorreram reajustes em Recife, de 11,93%, válido desde 19 de agosto, e de 9,07% em uma das concessionárias de Porto Alegre, em vigor desde 14 de agosto. Em Belo Horizonte (-1,77%), houve redução por conta da mudança na metodologia de cobrança das tarifas, ocorrida em 1º de agosto.
  • Os combustíveis também contribuíram para o índice elevado, subindo 2,43%. A gasolina (2,32%) e o etanol (3,79%) apresentaram as maiores altas do grupo.
  • O resultado abaixo do esperado pelo mercado deve confirmar as expectativas de que o Banco Central continue a subir a Selic no ritmo atual, de 1 p.p. por reunião. Desta maneira a taxa básica de juros terminaria o ano em 8,25%.

O Top 15 itens que mais subiram de preço apresenta uma dominância de alimentos (10 dos 15 itens) e efeito da alta dos combustíveis (4 dos 15 itens).

O que vai mexer com as expectativas nesta semana…    

No cenário doméstico:   

  1. O preço dos combustíveis deve continuar a ser um dos principais temas de discussão: na quarta (13), Arthur Lira deve submeter à votação a proposta que altera o ICMS dos combustíveis. Ainda não foi apresentado o projeto que irá a votação, mas, de acordo com o presidente da Câmara, o valor do imposto seria calculado a partir da variação do preço dos combustíveis nos dois anos anteriores. Além disso, a Petrobrás anunciou novo aumento de preços no gás, de R$ 3,60 para R$ 3,86 por kg e na gasolina, de R$ 2,78 para R$ 2,98 por litro.
  2. O Presidente da Comissão Especial da PEC dos Precatórios da Câmara adiou a votação de parecer para a próxima semana. A análise da IFI do substitutivo do relator Hugo Motta (Republicanos-PB) indica que a proposta muda a regra do teto de gastos e pode aumentar a percepção de risco fiscal, caso seja aprovada.
  3. Na quinta será divulgada a Pesquisa Mensal de Serviços do mês de agosto. Mesmo com as fortes quedas observadas na indústria e varejo, a GO Associados projeta um crescimento de 0,2% em relação ao dado de julho.
  4. Na sexta a divulgação da prévia do PIB de agosto deve indicar queda de 0,9% segundo projeção da GO Associados. Os gargalos na indústria e o impacto da inflação no varejo são alguns dos componentes responsáveis pelos resultados ruins no mês.
  5. Na quinta, dia 14, ocorrerá a privatização na B3 da Celg Transmissão, empresa de transmissão de energia do estado de Goiás. O lance mínimo será de R$1,097 bilhão.  
  6. A B3 abrirá normalmente no dia 11 de outubro, enquanto no dia 12, feriado, não haverá pregão.

No cenário internacional:

  • A crise energética, que é foco de preocupação também nos EUA, Europa e China, deve continuar a ser um dos principais focos de atenção. Hoje a China ordenou que as minas de carvão do país aumentem a capacidade de produção anual. Entre janeiro e outubro o país asiático aumentou seu consumo de energia em 13,8%, mas a produção só aumentou 11,3%.
  • O Senado dos EUA ontem afastou o perigo do primeiro default da história do país ao aprovar um projeto de lei que permite aumentar o teto de endividamento do país até dezembro.
  • Na quarta, dia 13, ocorrerá a divulgação da Ata da última reunião de política monetária do FOMC e a divulgação do CPI (Índice de Preços ao Consumidor) de setembro para os EUA. O índice acumula 5,3% nos últimos 12 meses. Neste mesmo dia também a China divulgará o dado de inflação de setembro.

Compartilhe essa publicação!

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Talvez essas publicações também te interessem!