Fique sempre atualizado

Minuto de economia

Fique por dentro de tudo que acontece.

MINUTO DE ECONOMIA

Inflação alta e revisão do dado de julho derrubam as vendas no varejo de agosto… 

  • O volume de vendas do varejo caiu 3,1% em agosto. A maior queda para um mês de agosto na série histórica. A expectativa do mercado era de alta de 0,7% e da GO Associados de 0,9%
  • Três motivos para esta forte queda: 
  1. A revisão do dado de julho, que passou de alta de 1,2% para alta de 2,7%. Algumas compras que ocorreriam em agosto, foram adiantadas para julho; 
  1. A inflação alta, principalmente de combustíveis, está afetando este segmento. É a terceira queda consecutiva na venda de combustíveis e lubrificantes; 
  1. A diminuição de medidas de restrição de mobilidade faz com que ocorra uma troca entre comércio e serviço. Por exemplo, as compras em hipermercados e supermercados caíram pelo 3º mês consecutivo, as pessoas passaram a comer mais em restaurantes. 
  • Apesar da queda, as vendas no varejo acumulam alta de 5,1% no ano. O comércio varejista ampliado, que inclui veículos e materiais de construção, apresenta alta de 9,8% nos 8 primeiros meses de 2021.  
  • A reabertura e a retomada das atividades presenciais podem contribuir para que o resultado das vendas no varejo seja positivo. A expectativa é que a data mais importante para o setor no ano, o Natal, ocorra com a pandemia já controlada. 
  • Entretanto, o desemprego que está cedendo de forma lenta e a inflação próxima de dois dígitos são fatores que afetam o consumo em geral e arriscam essa boa perspectiva.  

Vendas no varejo dos três últimos meses (%) 

Caixa de Texto

Senado aprova novo marco das ferrovias, um projeto importante para destravar investimentos no setor e melhorar a infraestrutura…  

  • Conforme informado no Minuto de Economia da última sexta-feira, o Senado aprovou ontem a noite o novo marco legal das ferrovias (PLS 261/18), de autoria do Senador José Serra (PSDB/SP). 
  • A proposta inova ao permitir a construção de ferrovias sob o regime de autorização. O Executivo tomou iniciativa na mesma direção através da MP 1.065/21.  
  • A medida será essencial para aumentar o uso do modal ferroviário, hoje apenas 21% da carga é transportada via trem. 
  • De acordo com o Ministério da Infraestrutura, eram esperados sete pedidos de autorização, com investimentos de R$ 30 bilhões com o novo marco das ferrovias. Entretanto, desde o dia 1º de setembro já foram protocolados 14 pedidos, somando investimentos de R$ 80 bilhões. 
  • O projeto agora segue para a Câmara dos Deputados. A expectativa é que o PLS 261/18 seja votado em detrimento da MP 1.065/21 que deve perder o efeito após o prazo de 120 dias.  

Nobel de Física premia trabalho com aplicação na discussão sobre mudança climática… 

  • O prêmio Nobel de Física divulgado ontem premiou dois pesquisadores que contribuíram para a pesquisa em sistemas complexos, tendo como uma de suas aplicações mais conhecidas o clima da Terra.  
  • Syukuro Manabe, de Princenton, liderou o desenvolvimento de modelos físicos do clima da Terra na década de sessenta.  
  • Na década de setenta Klaus Hasselman, do Instituto Max Planck de Meteorologia, desenvolveu métodos para identificar “impressões digitais” que as atividades humanas deixam no clima.  
  • Os métodos desenvolvidos por Hasselman são usados para provar a relação entre o aumento da temperatura na atmosfera e as emissões de CO² associadas à atividade humana. 

Compartilhe essa publicação!

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Talvez essas publicações também te interessem!