Fique sempre atualizado

Minuto de economia

Fique por dentro de tudo que acontece.

Desemprego volta para um dígito pela primeira vez desde 2016 com recuperação no mercado de trabalho… | MINUTO DE ECONOMIA

  • A taxa de desemprego do trimestre encerrado em maio de 2022 foi de 9,8%, queda maior que a esperada pelo mercado (10,2%).
  • É a primeira vez que o índice fica abaixo de 10% desde janeiro de 2016 (9,6%). Nos últimos 12 meses a taxa passou de 14,7% para 9,8%, uma queda de 4,9 p.p.
  • Outro dado positivo é a população ocupada que continua a bater o recorde da série histórica, estimada em 97,5 milhões de pessoas. Um aumento de 10,6% (9,4 milhões de pessoas) na comparação com o trimestre móvel encerrado em 2021.
  • A retomada da atividade econômica tem contribuído para a recuperação do mercado de trabalho. A queda no número de pessoas desocupadas coincide com o arrefecimento da pandemia graças ao avanço da vacinação e a redução do número de casos graves.

  • A população desocupada (10,6 milhões de pessoas) recuou 11,5% (menos 1,4 milhão de pessoas) frente ao trimestre anterior e 30,2% (menos 4,6 milhões de pessoas desocupadas) na comparação anual.
  • Por fim, o percentual de desalentados1 no mercado de trabalho no trimestre foi de 3,9%, queda de 1,3 p.p. em comparação ao mesmo trimestre do ano passado.
  • Com este resultado a taxa de miséria (desemprego + inflação) de maio foi de 21,7%. Apesar da melhora em relação a maio de 2021 (23,6%), o índice ainda está bem acima do registrado em períodos eleitorais anteriores.

Compartilhe essa publicação!

Talvez essas publicações também te interessem!